sábado, 30 de agosto de 2014

Depois de grande: 21 fotos belíssimas de cachorros antes e depois

Os cachorros são nossos fiéis companheiros a cerca de 10 mil anos quando, começamos a domesticar lobos. Durante milhares de anos nós selecionamos aqueles que tinham as características que mais se adequavam às nossas necessidades: bom temperamento, fiel, defensivo de seus donos, ajudante nas caçadas. Eles ficam ao nosso lado e como recompensa ganhavam um lar e comida.
É impressionante observar a enorme variedade de características que nós geramos nesta subespécie de lobos que criamos: tamanhos, cores e comportamento com variações drásticas.
Mas hoje eles são mais do que instrumentos para nós. Para muitas pessoas eles são companheiros inseparáveis e apenas quem já teve um sabe o quanto se dedicam aos seus donos. Neste artigo você pode ver donos que realmente se comprometeram com seus cachorros quanto receberam de amor de seus bichos. [Bored Panda]

7 meses entre uma e outra foto, ficando apertado
  animais depois de crescidos 15
Via reddit

O Morris e sua gaveta vermelha que, daqui a pouco, pede a conta

animais depois de crescidos 15
Via Cute Overload

Um pastor alemão com 5 meses entre as fotos

animais depois de crescidos 15
Via Imgurl

Um imponente collie em fotos com 4 anos de diferença

animais depois de crescidos 15
Via Bored Panda

Sempre alegre, não importa a idade

animais depois de crescidos 15
Via Bored Panda

Depois de 10 anos o mamão continua o mesmo e o cachorro tem a mesma expressão

animais depois de crescidos 15
Via Reddit

Algumas coisa nunca mudam, não importa o tempo

animais depois de crescidos 15
Via Reddit

Depois de 8 anos é preciso mais muque para segurar este em uma única mão

animais depois de crescidos 15
Via Irina Werning

O crescimento de um formoso golden retriever

animais depois de crescidos 15
Via Imgurl

“Apertado? Não notei”

animais depois de crescidos 15
Via Imgurl

7 meses para os lindos olhos abrirem

animais depois de crescidos 15
Via Imgutl

Resgatado no Afeganistão e 5 meses depois…

animais depois de crescidos 15
Via Família Eslinger

Dois anos de diferença

animais depois de crescidos 15
Via Reddit

O crescimento do Leão

animais depois de crescidos 15
Via Imgurl

9 anos de fotos

animais depois de crescidos 15
Via Imgurl

em 14 anos muita coisa pode acontecer

animais depois de crescidos 15
Via Imgurl

Outro belo golden retriever, 10 anos entre fotos

animais depois de crescidos 15
Via Imgurl

O colchão diminuiu com o tempo

animais depois de crescidos 15
Via Imgurl

9 anos de diferença

animais depois de crescidos 15
Via Reddit

13 anos (e um magnífico pijama) entre uma e outra foto

animais depois de crescidos 15
Via Imgurl

10 anos de diferença

animais depois de crescidos 15
Via Imgurl

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Espetacular frenesi alimentar de pelicanos: vídeo

frenesi alimentar pelicanos
Pelicanos são aves grandes, pesadas e aparentemente desajeitadas. No entanto são caçadoras vorazes e mergulham assim que encontram uma oportunidade.
Neste vídeo é possível ver um grande bando com centenas deles mergulhando como mísseis teleguiados bem ao lado dos banhistas para tentar abocanhar algum peixe. 

Apesar do bico desproporcional ser amedrontador eles não conseguem abocanhar um humano. No entanto não tenha dúvida que ser atingido por um destes seria absolutamente desagradável já que podem chegar a 13 Kg e 3 m de envergadura de asa. [Gizmodo

 

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

MOTOCICLISTA FILMA SEU PRÓPRIO ACIDENTE

sábado, 16 de agosto de 2014

Esqueleto de “Noé” é descoberto no porão de museu

esqueleto de noe 5
Cientistas do Museu Penn (Museu de Arqueologia da Universidade da Filadélfia, nos EUA) redescobriram recentemente um esqueleto humano de 6.500 anos de idade, que ficou perdido em uma caixa no porão por 85 anos.
A caixa de madeira não tinha número de identificação ou cartão de catálogo. No entanto, um esforço recente para digitalizar alguns dos antigos registros do museu apontou novas informações sobre a história da caixa misteriosa e do esqueleto, apelidado de “Noé”.

O trajeto

O esqueleto humano dentro da caixa foi originalmente descoberto entre 1929 e 1930, em Ur, no atual Iraque, por Leonard Woolley e sua equipe de arqueólogos do Museu Penn e do British Museum (Museu Britânico, em Londres).
A escavação de Woolley revelou o famoso “cemitério real” mesopotâmico, com centenas de sepulturas e alguns artefatos culturais. A equipe também encontrou túmulos que precediam o cemitério de Ur por aproximadamente 2.000 anos.
esqueleto de noe 6
Em uma planície de inundação, cerca de 15 metros abaixo da superfície, os arqueólogos descobriram 48 túmulos que datavam do período de Ubaid, cerca de 5.500 a 4.000 aC.
Embora vestígios deste período sejam extremamente raros, mesmo em 1929, Woolley decidiu recuperar apenas um esqueleto do local, que foi encaixado, enviado para Londres e mais tarde para a Filadélfia.
esqueleto de noe 2
Várias listas feitas pelos pesquisadores enumeraram os artefatos da escavação de 1929-1930 e para onde eles estavam indo – enquanto metade permaneceu no Iraque, os demais foram divididos entre Londres e Filadélfia. Uma das listas afirmava que o Museu Penn receberia dois esqueletos.
Quando William Hafford, o gerente do projeto responsável pela digitalização dos registros do museu, viu a lista, ficou intrigado. Um daqueles dois esqueletos não podia ser encontrado.
Pesquisas no banco de dados do museu revelaram que ele tinha sido registrado como “não contabilizado” desde 1990.
Para chegar ao fundo desse mistério, Hafford começou a explorar os extensos registros deixados pelo próprio Woolley.
Depois de localizar informações adicionais, incluindo imagens do esqueleto, Hafford foi conversar com Janet Monge, curadora de antropologia física do Museu Penn. Monge se lembrou da misteriosa caixa no porão.
esqueleto de noe 3
Quando eles abriram a caixa mais tarde naquele dia, a curadora disse que ficou claro que o ser humano no interior era o mesmo listado por Woolley.

“Noé”

O esqueleto provavelmente pertencia a um homem com 50 anos ou mais de idade, e com altura entre 1,73 a 1,78 metros.
Pesquisadores do Museu Penn o apelidaram de “Noé” porque acredita-se que esse homem viveu depois do período que dados arqueológicos sugerem ter havido uma inundação maciça no local original em que foi descoberto, Ur.
esqueleto de noe 4
Novas técnicas científicas que ainda não estavam disponíveis na época de Woolley podem agora ajudar os cientistas do Museu Penn a determinar muito mais coisas sobre Noé e o período da história em que viveu, incluindo sua dieta, origens ancestrais, traumas, estresse e doenças. [LiveScience 1 e 2]

quarta-feira, 23 de julho de 2014

Petra Mattar ligou para o pai após 1ª vez

petramatar2.jpg

Muitas meninas tem experiências traumáticas com a primeira vez, mas Petra Mattar diz que a dela foi tudo como ela imaginou. Durante o ensaio do Paparazzo, que vai ao ar neste sábado, 26, ela falou sobre sua intimidade.
“Perdi minha virgindade aos 16 anos, com meu primeiro namorado, que tinha 17. Era muito apaixonada por ele. Lembro que estávamos em um churrasco e avisei para ele que estava pronta. Fomos para casa dele e fiquei com muita vergonha. Mas ele foi um fofo e me deixou à vontade. Eu gostei da minha primeira vez”, disse ela.
A parte inusitada do episódio foi o dia seguinte. Petra costuma contar tudo para seus pais, a empresária Fabiana Sá e o ator e cantor Maurício Mattar. “Meu pai não pergunta muito, mas sempre conto tudo para ele. Falei quando dei meu primeiro beijo, quando menstruei. ... Meus pais sempre participaram dos momentos importantes da minha vida. Me senti na obrigação de contar para ele”.
Petra - que atualmente está com 20 anos e trabalha como vendedora em uma loja de roupas femininas -, diverte-se ao lembrar da reação do pai.  “Estava morando em São Paulo, aí liguei para ele e falei: ‘Oi, pai. Preciso te contar uma coisa... Perdi minha virgindade’. Ele ficou mudo por um tempo e depois ficou me parabenizando repetidamente, como se eu tivesse passado no vestibular. Depois que se recuperou, fez aquele discurso de pai, dizendo que tinha de usar caminha e tal, e passou o telefone para eu falar com a mulher dele (risos). Achei que ia entrar toda minha família na linha para me parabenizar”.

Copyright© 2008-2014 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início