quinta-feira, 4 de junho de 2009

Quadrilha especializada em tráfico de emagrecedores é desmantelada pela PF em Minas

DANIEL SILVEIRA/KARINA ALVES

Publicado por Kassu - 04/06/2009 às 22h55

Para combater uma quadrilha especializada no tráfico nacional e internacional de medicamentos emagrecedores, a Polícia Federal (PF) realiza nesta quarta-feira a Operação F-40. Foram cumpridos 23 mandados de prisão temporária e 33 de busca e apreensão. A maior parte da Operação é realizada em Minas Gerais, principalmente em Ipatinga, no Vale do Aço, cidade núcleo da quadrilha. Entre os mandados de busca e apreensão, quatro são cumpridos em Belo Horizonte, um em São Paulo (SP) e um em Colorado do Oeste (RO).

Conforme balanço divulgado pela PF, foram apreendidas várias receitas em branco com assinaturas de médicos, carros, carimbos de médicos e uma grande quantidade de comprimidos, que ainda não foram contados. Os remédios serão encaminhados para perícia. Os envolvidos estão sendo ouvidos durante a tarde e serão encaminhados para a Penitenciária Nelson Hungria.

De acordo com a PF, as investigações, que tiveram início em agosto de 2008, apontam que a quadrilha atuava em âmbito local, interestadual e internacional. Correspondências foram localizadas indicando ligação do núcleo da organização criminosa com receptores nos Estados Unidos e em Portugal. Em uma ação conjunta entre a PF e o Departamento antidrogas dos EUA, uma farmácia clandestina, que funcionava na casa de uma brasileira, foi fechada naquele país.

Ainda segundo a PF, no dia 17 de maio de 2009 foi preso no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, na Grande Belo Horizonte, um brasileiro residente em Portugal foi preso quando tentava embarcar com aproximadamente 3 mil comprimidos emagrecedores ilegais.

O nome da "Operação F-40" faz referência à substância Femproporex, principal princípio ativo dos medicamentos emagrecedores cuja concentração utilizada geralmente é de 40 miligramas. Segundo a PF, tal substância é psicotrópica e capaz de causar dependência física ou psicológica, além de desencadear distúrbios psicológicos como a anorexia.

Os envolvidos no esquema ilegal de venda destes medicamentos serão indiciados pelo crime de trafico de drogas e poderão cumprir pena de prisão em regime fechado que varia de cinco a 15 anos.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início