segunda-feira, 12 de abril de 2010

Principais notícias de hoje 12 de abril

Por Ana Galli

Política
1. STJ analisará hoje pedido de liberdade de Arruda

Preso há dois meses na sede da Polícia Federal em Brasília, o ex-governador do Distrito Federal José Roberto Arruda deve ter parte do seu destino definido hoje. De acordo com reportagem da Folha, o Superior Tribunal de Justiça deve julgar nesta segunda-feira o pedido de liberdade do ex-governador. Acusado de chefiar um sistema de arrecadação e pagamento de propina, Arruda foi preso por obstruir as investigações do esquema de corrupção e em seguida teve o mandato cassado pela Justiça Eleitoral por desfiliação partidária.

2. Serra afirma estar “mais preparado”
Em entrevista exclusiva à revista ÉPOCA, o candidato tucano à presidência afirma estar mais preparado para enfrentar sua nona campanha política e a segunda em quej disputa a presidência. “Aprendi com a derrota. Aprendi com a reflexão. Aprendi com a prefeitura. Aprendi com o governo de São Paulo. Eu me considerava preparado em 2002. Mas hoje estou mais preparado”. A confiança de Serra, garantida pelo resultado das pesquisas eleitorais – a preferência de 35% do eleitorado permace inalterada desde o ano passado – é alimentada também por quase 50 anos de carreira política. “Eu me considero preparado para esse desafio. É algo para o qual eu talvez tenha me preparado a vida inteira”.

Sociedade
3. Rio anuncia remoção de oito favelas

O prefeito do Rio de Janeiro Eduardo Paes (PMDB) anunciou ontem a remoção imediata de moradores de oito favelas em áreas de risco. São elas: Morro do Urubu, Fogueteiro, São João Batista, Cantinho do Céu, Pantanal, Laboriaux, Parque Colúmbia, e Morro dos Prazeres. O governador Sérgio Cabral afirmou ainda que na próxima quinta-feira o ministro da Fazenda Guido Mantega assinará a liberação de R$ 5,3 bilhões de recursos do Plano de Ajuste Fiscal. De acordo com reportagem do jornla O Globo, R$ 1 bilhão será destinado à retirada dos moradores.

4. Golpe usa nome do Ministério da Educação para premiar escolas
Reportagem da Folha denuncia que um obscuro instituto de São Paulo oferece, por cerca de R$ 2 mil, um “prêmio” educacional com falso aval do Ministério da Educação. O prêmio falso, que existe desde 2005, premia anualmente 150 escolas, supletivos e faculdades, que compram o direito de ser premiadas como as “melhores instituições de ensino do Brasil”, à revelia do ministério. Entre as premiadas, estão faculdades reprovadas pelo MEC, além de colégios mal classificados no Enem, exame que avalia o ensino médio. O ministério pedirá para a Polícia Federal investigar o caso.

Mundo
5. Lula ironiza acordo nuclear entre Estados Unidos e Rússia

Em entrevista ao jornal espanhol El Pais, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ironizou o acordo de desarmamento nuclear assinado na semana passada entre os Estados Unidos e a Rússia. “Vou perguntar ao presidente Obama qual é o significado do acordo com o Medvedev sobre a desativação das ogivas nucleares. Desativar o quê? Porque se estamos falando de desativar o que já estava vencido não faz sentido. Eu também tenho na minha casa uma caixa de remédios e vou tirando os que estão vencidos”. Coincidentemente hoje uma cúpula internacional com altos representantes de 47 países – entre eles o Brasil – se reúne em Washington para discutir o tema da segurança nuclear.

6. Ateus britânicos pedirão prisão do papa por abusos na Igreja
Dois ateus britânicos renomados – os escritores Richard Dawkins e Christopher Hitchens – anunciaram processo contra o papa tanto na Justiça do Reino Unido quanto na Corte Penal Internacional. A causa seria a omissão de Bento 16 diante das inúmeras denúncias de abusos de menores que aconteceram quando ele chefiava o braço da Santa Sé responsável pela disciplina. A argumentação jurídica do processo dos escritores seria a não imunidade dos pontíficie “à prisão no Reino Unido” porque, apesar de ser o chefe do Vaticano, não é um chefe de Estado reconhecido pela ONU. De acordo com reportagem da Folha, o papa visitará o Reino Unido em setembro.

7. Rússia aponta erro humano em acidente de avião
De acordo com o governo russo, o acidente de avião que matou o presidente polonês Lech Kaczynski e outras 95 pessoas no último sábado foi causado por um erro humano. A conclusão partiu da análise da da caixa-preta do avião, localizada entre os destroços do Tupolev-154. Segundo o Estadão, as conversas registradas pelas caixas-pretas indicariam ainda que o piloto teria tomado decisões equivocadas na aproximação da aeronave da pista militar de Smolensk.

8. China registra primeiro déficit comercial em seis anos
Balanço divulgado pelo governo chines no sábado mostra que o país sofreu em março seu primeiro déficit comercial mensal dos últimos seis anos. De acordo com reportagem do Estadão, o resultado poderá complicar uma eventual decisão das autoridades chinesas em direção à apreciação da moeda local, o yuan. Segundo analistas, o déficit, de US$ 7,24 bilhões, reflete elevação de 66% das importações em março em comparação ao mesmo período em 2009, puxada por compras do exterior de montantes recorde de petróleo e cobre.

Economia
9. Fim do IPI aumenta pedido de crédito

Levantamento do Serasa Experian divulgado nesta segunda-feira mostra que a demanda do consumidor por crédito cresceu 18,3% em março em relação a fevereiro, patamar recorde em relação à série iniciada em janeiro de 2007. De acordo com reportagem da Folha, o principal motivo seria o fim da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) no mês passado, que levou os consumidores a aproveitaram o último mês do imposto reduzido em determinados produtos para ir às compras usando as facilidades de financiamento.

10. Emprego tem segunda melhor perspectiva da década
Estudo feito a pedido do jornal Estado de S. Paulo à Fundação Getúlio Vargas (FGV) mostra que perspectiva para o emprego industrial – que avalia a intenção de contratação e de demissão das empresas para três meses – atingiu em março o segundo melhor resultado desta década. Segundo a pesquisa, 30,6% das 1.165 indústrias consultadas pela FGV pretendiam contratar mão de obra entre março e maio deste ano e 5,4% planejavam cortes. Nesta década, o resultado só foi superado pelo do mês anterior. Em fevereiro, 31,3% das indústrias planejavam contratações e 3%, demissões em três meses.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início