quarta-feira, 21 de julho de 2010

Audiência pública discute ferrovia

Diário da Amazônia / publicado por Kassu em 21/07 às 11h18

A Construção da Ferrovia de Integração Centro-Oeste (Fico), com início na cidade de Campinorte, em Goiás, e término em Vilhena, não passará em terras de reservas indígenas ou de preservação ambiental. Esta foi uma das principais informações repassadas às pessoas presentes na primeira audiência pública para a construção da ferrovia, que foi realizado no auditório da prefeitura na noite de segunda-feira (19).

Outras três audiências públicas serão realizadas nos estados de Mato Grosso e Goiás. Elas fazem parte do protocolo para a concessão de licença ambiental pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). De acordo com José Lauro, técnico do instituto que presidiu a mesa para as explanações, a audiência pública é uma forma de a sociedade conhecer o processo de regularização e o resultado dos estudos sobre os impactos ambientais com a construção da Ferrovia Integração Centro-Oeste.

Investimentos

Cerca de 200 pessoas de vários setores da sociedade civil lotaram o espaço para ouvir as informações otimistas dos técnicos responsáveis pelos estudos sobre os impactos ambientais e socioeconômicos da construção da ferrovia. Foi mostrado um vídeo comercial sobre os benefícios da construção da Fico.

A construção da Ferrovia Integração Centro-Oeste faz parte do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal. A previsão de investimentos totais está na casa dos R$ 6,4 bilhões. Serão construídos aproximadamente 1,7 mil quilômetros de trilhos ao longo de 21 municípios nos estados de Goiás, Mato Grosso e Rondônia.

Compondo a mesa da audiência pública estavam, entre outros, José Francisco das Neves, diretor presidente da Valec-Engenharia, Construções e Ferrovias S.A, empresa pública que detém a concessão para a construção da Fico; Fábio Araújo, diretor da empresa STE – Serviços Técnicos de Engenharia S.A; e o prefeito de Vilhena José Rover.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início