sábado, 19 de março de 2011

A conquista da Terra do Meio

Em expedição ousada, especialistas pesquisam a flora e a fauna de uma das regiões mais desconhecidas da Amazônia.

Texto: Natália Martino


O céu escureceu anunciando chuva na floresta e entre todos os 43 integrantes do grupo de pesquisadores pôde-se notar uma sensação coletiva de alívio. Se chovesse mesmo, estaria garantida a água para se beber e até para tomar banho, o que não era possível havia dias. Quando finalmente a água começou a cair, o grupo se entregou efusivamente a um merecido banho de chuva.

Essa cena pode parecer estranha, principalmente por ter acontecido no coração do Pará, no meio da maior bacia fluvial do planeta, a Amazônica. Mas até lá falta água. Pelo menos naquela região do Parque Nacional da Serra do Pardo, uma Unidade de Conservação (UC) incrustada em uma das áreas mais preservadas do Brasil, a chamada Terra do Meio. São 25 milhões de hectares de floresta conservada, uma área equivalente a todo o Estado de São Paulo. 

Esse foi o destino da terceira Expedição Científica da Terra do Meio. Na Base 1, um dos três acampamentos que serviram de abrigo ao grupo, o igarapé que deveria fornecer água estava seco, fruto do atraso da temporada de chuva na Amazônia. Mas essa é apenas mais uma das dificuldades que os pesquisadores encontram em suas expedições àquelas terras inexploradas do interior da floresta, distantes dos grandes rios.

Confira reportagem completa na edição 133!
Em breve nas melhores bancas. Ou compre aqui!

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início