sexta-feira, 4 de março de 2011

Dois Pontos: as frases da semana


Fonte: Época
ELES DERAM O QUE FALAR…

“Fora do trabalho sou descontraída, devassa. Admito que tenho um lado sensual – toda mulher tem”
Sandy, cantora, anunciada como nova garota-propaganda de uma cervejaria. Não custa lembrar que em entrevista ao programa Conexão Direta do canal GNT, exibido em dezembro de 2003, Sandy disse que não gostava de cerveja: “Eu não gosto do gosto de cerveja. Não importa se é com álcool ou sem álcool. Acho amargo a cerveja. Gosto de bebidas mais docinhas”
“A Sandy é tão devassa que um dia passou em frente a casa da Wanessa Camargo, tocou a campainha e saiu correndo!”
Um dos dez melhores #sandyfacts, que surgiram no Twitter sobre Sandy
“Eu fumava sete pedras de crack. Sobrevivi porque eu sou eu, tenho uma constituição diferente, um cérebro diferente, um coração diferente”
Charlie Sheen, ator, em entrevista ao canal de TV ABC
“O futebol não tem interesse social relevante. [Serve] para a desinformação do povo, já de si mal aparelhado intelectualmente”
Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em sua defesa no caso da “Máfia do apito”
“A ré tinha apenas que ser mulher dele”
Maria Cristina de Brito Lima, juíza da 1ª Vara de Família do Rio de Janeiro, ao determinar que o jogador Alexandre Pato pague uma pensão de R$ 50 mil até 2012 a sua ex-mulher, a atriz Sthefany Brito. Ela alegou que ficou impossibilitada de trabalhar como atriz por causa do relacionamento e teve contratos publicitários cancelados. Segundo a sentença, Pato disse que pagaria a Sthefany para que ela não fizesse mais novelas, já que era uma “pessoa ciumenta”
“Agora, minha vida é o meu filho”
Eriberto Leão, ator, em entrevista à revista Cláudia

“É uma delícia ser pai”
Mateus Solano, ator e pai pela primeira vez
“Recentemente eu fui falar com ela em uma festa e ela não foi das mais simpáticas. É engraçado porque eu sempre respeitei o que ela fez pela moda”
Ciara, cantora, criticando a colega de profissão Rihanna, no programa Fashion Police
“Sinto muito Ci, por acaso eu esqueci de te dar uma gorjeta?”
Rihanna, cantora, rebatendo as declarações de Ciara, no Twitter
“Se o PT abandonou os trabalhadores, a culpa não é nossa.
Manda o PT se f… Estou de saco cheio deles já”
Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força, deputado federal, criticando o PT, em entrevista ao Terra Magazine. O partido e o deputado se desentenderam por causa do novo valor do salário mínimo
“Eu sou uma boa pessoa”
Bernard Madoff, ex-investidor americano, condenado no ano passado a 150 anos de prisão por fraude financeira, em entrevista à revista New York
“Não temos previsões para a aquisição de caças neste ano. Não há recursos disponíveis”
Guido Mantega, ministro da Fazenda, dizendo que o país não tem dinheiro para a compra de aviões militares em 2011

“Gostaria de agradecer a ele, que está me dando meu melhor papel, o mais importante da minha vida”
Natalie Portman, atriz, agradecendo ao noivo, Benjamin Millepied, de quem está grávida, ao ganhar o Oscar de melhor atriz, por sua atuação no filme “Cisne Negro”
“Peço desculpa a todos”
Adriano, jogador de futebol, se desculpando com seu time, Roma, por se apresentar atrasado após passar alguns dias no Brasil. Ele disse isso em meio a rumores de que a equipe italiana rescindiria seu contrato
“Eu me perdi. Estava na Itália sozinho, sem ter uma família”
Giba, jogador de vôlei, relembrando o episódio em que foi pego em doping por maconha, em 2002, ao canal SporTV
“Eles [a oposição] brincavam dizendo que o chefe de família ia lá e comprava cachaça. Não vamos incentivar isso, mas, mesmo que uma família compre uma cachaça por mês, são 11 ou 12 milhões de garrafas de cachaça. Isso ajuda toda a economia”
Cândido Vaccarezza (PT-SP), líder do governo na Câmara, produzindo uma pérola da política brasileira ao comentar as críticas em torno do Bolsa Família
“Leandro ou Lea, menino ou menina, não importa mais, sempre serei seu pai e você, orgulhosamente, um pedaço de mim”
Toninho Cerezo, ex-jogador de futebol, sobre sua filha, a transexual Lea T, em entrevista à revista Lola
“O Carnaval no Brasil é uma tradição. Nunca ninguém resiste a esse desejo de participar”
José Sarney, presidente do Senado (PMDB-AP). Os senadores foram liberados para retornar a seus Estados no dia 2, e as votações só serão retomadas no dia 15. Não haverá desconto na folha salarial por causa do “feriadão” carnavalesco

“Eu amo Hitler”
John Galliano, estilista, demitido da Dior, disparando insultos antissemitas,
em vídeo divulgado pelo jornal inglês The Sun
“Antissemitismo e racismo não tem lugar em nossa sociedade. Eu peço desculpas pelo meu comportamento se causei alguma ofensa”
Idem, negando as ofensas de antissemitismo e pedindo perdão por sua conduta, em comunicado publicado por seus advogados
“A banda larga é o oxigênio digital da Europa, essencial para a nossa prosperidade e bem estar. É a base sólida para que todos estejamos online”
Neelie Kroes, comissária para assuntos digitais da Comissão Européia (braço executivo da União Européia), comparando a banda larga ao oxigênio
“Deu pra entender legal [a reunião]. Achei bacana, os colegas,
a força que me deram, achei bacana”
Tiririca, deputado federal (PR-SP) e palhaço, sobre sua estreia na reunião da Comissão de Educação
“Dado nada tem a ver com os chifres da vida amorosa dela”
Gilberto Dolabella, irmão de Dado Dolabella, sobre a ex do ator, Luana Piovani
“É uma nova era”
Nicolas Sarkozy, presidente da França, anunciando um novo gabinete

“Quando eu estava gordinha, as pessoas diziam: ‘Você tem o rosto tão bonito’. Isso me soava como um elogio indireto, pensava que não era uma vergonha que do pescoço para baixo eu estivesse questionável”
Kate Winslet, atriz, em entrevista à revista Glamour
“Gosto do Silvio Santos, ele foi maravilhoso comigo durante 21 anos, depois, começou a me menosprezar. Acho que ele pensou que eu estava velha e não ia receber nenhum convite”
Hebe Camargo, apresentadora, sobre o antigo patrão. Ela estreia um novo programa na RedeTV! em março
“2011 será o ano do iPad 2″
Steve Jobs, CEO da Apple, ao anunciar a nova versão do tablet
“Amo esta cidade e vou continuar
investindo para matar
paulista de inveja!”
Eike Batista, empresário, no Twitter, felicitando a cidade do Rio de Janeiro pelos 446 anos. O comentário gerou irritação entre os paulistas. Depois, Eike disse se tratar de uma brincadeira
“É muito traumático. Quando [Crepúsculo] acabar, a mídia vai perder o interesse. Não haverá nada a ser dito. Não vai caber mais numa manchete”
Robert Pattinson, ator do filme Crepúsculo, falando sobre o seu namoro com a atriz Kirsten Stewart, outra estrela do filme, em entrevista à revista Vanity Fair
“Tem o corte, o orçamento é menor, e tem dívidas. Teve manifestação em Brasília. Está estourando na mão da [ministra] Ana [de Hollanda] porque ela fica quieta, é meio autista”
Emir Sader, sociólogo, dizendo que a ministra da Cultura é “meio autista” por não reclamar dos cortes de verbas feitos pelo governo, em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo. Após a polêmica, a assessoria de imprensa do Ministério da Cultura informou que ele não será nomeado para a presidência da Fundação Casa de Rui Barbosa. Sader acusou o jornal de deturpar sua fala
“Fizemos um filme sobre como transformar lixo em dinheiro e deram um Oscar para um sobre como transformar dinheiro em lixo”
Vik Muniz, artista plástico, sobre a derrota do documentário Lixo extraordinário, que aborda seu trabalho em um aterro sanitário próximo do Rio de Janeiro. O vencedor da categoria foi Inside job (Trabalho interno) , sobre a crise econômica americana iniciada em 2008

“É para enfatizar que agora existe uma mulher no mais alto cargo do país, que nós podemos sim chegar longe”
Dilma Rousseff, presidenta da República, ao explicar por que insiste em ser chamada de presiden-tA e não presiden-tE, em entrevista à Ana Maria Braga
“Todo meu povo me ama. Eles morreriam para me proteger”
Muammar Khadafi, ditador da Líbia, em entrevista à rede de TV ABC
“Nenhum governo se sustentará pela força e pela violência. Nenhum povo suportará, em silêncio, a violação de seus direitos fundamentais”
Maria do Rosário Nunes, Secretária Nacional dos Direitos Humanos, em pronunciamento na ONU
“Só comecei a gostar de sexo há dois anos”
Lady Gaga, cantora, que adora dar expediente nesta seção de frases
“O presidente dos Estados Unidos é o presidente do mundo?”
Ali Abdulahh Saleh, presidente do Iêmen, criticando Barack Obama e os EUA por suas opiniões sobre a reação dos líderes árabes aos protestos na região
“Não vamos nos deixar levar pelos tambores de guerra porque tenho certeza que os Estados Unidos estão exagerando e distorcendo a coisa para justificar uma invasão”
Hugo Chávez, presidente da Venezuela, sobre o conflito na Líbia
Por Eliseu Barreira Junior (ejunior@edglobo.com.br), com Letícia Fenili
Fotos: Divulgação; Renato Rocha Miranda/TV Globo; John Shearer/Getty Images; Jason Kempin/Getty Images; Dave Hogan/Getty Images; Renato Rocha Miranda/TV GLOBO

Após intimidar imprensa, chefe da PM de Goiás cai

Em represália a uma reportagem sobre um grupo de extermínio, policiais de uma tropa de elite saem em camburões e cercam a sede de um jornal. Um desavisado pode achar que essa cena ocorreu no Egito, ou na Líbia. Mas esse ataque à liberdade de imprensa foi realizado em Goiás, por homens da Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam), da Polícia Militar de Goiás. O Globo relata que, por conta da absurda intimidação contra jornalistas de O Popular, o tenente-coronel Carlos Henrique da Silva, comandante da Rotam, foi afastado do cargo.
A reportagem de “O Popular” revelou detalhes da operação “Sexto Mandamento”, da Polícia Federal, que desmantelou um grupo de extermínio que envolvia agentes e até mesmo ex-dirigentes da Rotam. Na operação, 19 PMs foram presos, por suspeita de envolvimento nos assassinatos. Além do afastamento do comandante, todos os policiais que estavam na ronda foram aquartelados e os veículos, recolhidos. A PM de Goiás também instaurou uma sindicância para apurar a responsabilidade dos envolvidos na operação.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início