sexta-feira, 1 de abril de 2011

Bolívia se interessa por sistema de agrofloresta implantado em Alta Floresta

  Notícia Exata

Representantes de duas Prefeituras da Bolívia estiveram em Alta Floresta observando e buscando informações a respeito dos projetos desenvolvidos pela Administração Municipal, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, em relação ao sistema de reflorestamento de nascentes degradadas.

A secretária de Meio Ambiente, Irene Duarte, informou que o interesse dos representantes em observar os projetos desenvolvidos pela secretaria, aconteceu em relação as semelhanças dos municípios bolivianos com Alta Floresta e aos avanços que o município vem tendo na área ambiental.

Outra característica que chamou a atenção dos irmãos latinos foi a pareceria da Administração Pública com o Sindicato Rural e o Ministério Público, onde se evidenciou o aumento no número de proprietários rurais que fizeram o cadastro ambiental rural (CAR) chegando, no momento, a aproximadamente 80% das propriedades rurais do município, outro projeto apresentado foi o “Adote uma Nascente” que tem parceria com o ministério público, onde o empresário adota uma das 4.500 nascentes que precisam ser recuperadas e fornece material e recurso para esse tipo de trabalho. Também foi apresentado o projeto “Olhos d’água da Amazônia” onde aproximadamente 1.200 nascentes serão recuperadas, graças ao projeto realizado pela secretaria de meio ambiente que será financiado pelo fundo da Amazônia, através do BNDES.

Os representantes dos prefeitos de Contijo e Beija-Flor, Juan Fernando Reyes, diretos da ONG Herencia e Sonia Cammarata, da ONG Avina, ficaram satisfeitos e entusiasmados, “percebi a capacidade de articulação e interação das instituições e autoridades, algo que me chamou muito a atenção, pois devemos somar em prol de um bem comum e se as instituições públicas estão interligadas e trabalhando em comum objetivo, bons frutos devem surgir” disse Juan Fernando em relação ao bom relacionamento da secretaria de meio ambiente, ministério público e sindicato rural.
 
Ainda em Alta Floresta aconteceu uma reunião e um jantar com os bolivianos que ficaram contentes entusiasmados com a possibilidade de, em futuro próximo, existir um sistema de rede que permita a troca de conhecimento e informação das instiuições em relação ações de preservação ao meio ambiente, uma vez que os interessados nesse tema são agentes públicos ligados a cidades que circundam a maior floresta do mundo, tanto no Brasil quanto na Bolívia, podendo se estender a outros países que integram a floresta Amazônica.

Participaram do evento o Dr. Marcelo Vacchiano promotor de justiça, Sérgio Guimarães, diretor da ONG Instituto Centro de Vida, secretários Rodrigo Arpini, Julio Jiacomin, empresários Vicente da Riva e Maria Luiza da Riva e a secretária Irene Duarte e sua equipe de trabalho.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início