quarta-feira, 4 de maio de 2011

Encontrada uma caixa-preta do avião da Air France no Atlântico

Escrito por Tahiane Stochero / G1   
Dom, 01 de Maio de 2011 17:41
Gravador achado contém dados de voo, diz órgão de investigação francês. Módulo de memória está 'em bom estado físico', divulga o BEA.

A Força Aérea do Brasil informou neste domingo (1º)  que foi encontrada uma das caixas-pretas do Airbus da Air France que caiu no Oceano Atlântico ocorrido em 1º de junho de 2009, deixando 228 pessoas mortas. Entre as vítimas havia 72 franceses e 59 brasileiros. Um coronel brasileiro que investiga acidentes aéreos está a bordo do navio francês que está em alto mar participando da retirada dos destroços da aeronave acidentada.

Em seu site, o BEA (Le Bureau d'Enquêtes et d'Analyses), órgão de investigação de acidentes aéreos francês, divulgou nota confirmando a localização. "A equipe de investigação localizou e identificou o módulo de memória que registra os parâmetros do Flight Data Recorder (FDR) às 10h desta manhã GMT (7h, no horário de Brasília) e foi rebocado pelo robô-submarino às 16h40 GMT (13h40 em Brasília)".

O gravador FDR contém os dados de voo. Outra caixa-preta, que ainda não foi encontrada, contém as informações do Cockpit Voice Recorder (CVR), que possui a gravação de voz na cabine.

Segundo o BEA, o gravador "se encontra em bom estado físico", dando aos investigadores a esperança de poder ler os dados que irão ajudar a esclarecer as causas da tragédia.
Uma das caixas-pretas do Airbus da Air France foi localizada neste domingo (Foto: BEA/Divulgação) 

Uma das caixas-pretas do Airbus da Air France foi localizada neste domingo (Foto: BEA/Divulgação)
Na última quarta-feira (27), um "mergulho" do robô-submarino que busca as caixas-pretas do avião do voo 447 encontrou o chassi do Flight Data Recorder (FDR) do Airbus acidentado. A peça foi encontrada sem o módulo que protege e contém os dados gravados do voo. Os investigadores temiam dificuldade em encontrar a célula de dados, já que a caixa-preta havia se desprendido do chassi e poderia ter sido levada pela água do mar ou ficado presa na areia...

O compartimento estava cercado de destroços pertencentes a outras partes do avião.

As buscas pela caixa-preta começaram na última segunda-feira (25), na área onde foram localizados os destroços da aeronave. O BEA considera que uma falha nas sondas (sensores de velocidade) Pitot do fabricante francês Thales foi um dos fatores do acidente, mas considera que só terá a explicação definitiva da tragédia com as caixas-pretas em mãos.
Primeiro "mergulho" do robô-submarino que busca as caixas-pretas do avião do voo 447 encontrou o chassi do Flight Data Recorder do Airbus acidentado, porém sem o módulo que protege e contém os dados gravados do voo. (Foto: AFP) 
Primeiro "mergulho" do robô-submarino que busca as caixas-pretas do avião do voo 447 encontrou o chassi do Flight Data Recorder do Airbus acidentado, porém sem o módulo que protege e contém os dados gravados do voo. (Foto: AFP)

O Brasil está participando da investigação, e o coronel da Aeronáutica Luís Cláudio Lupoli está a bordo do navio do BEA em alto mar acompanhando o trabalho com a caixa-preta. Segundo Lupoli, o trabalho está ocorrendo com "transparência". “O Cenipa não está apenas acompanhando a investigação mas também participando de todo o processo e tem ciência de todos os documentos elaborados internamente pelo BEA sobre o ocorrido”, disse Lupoli, em entrevista exclusiva ao G1.
Uma das caixas-pretas do Airbus da Air France foi localizada neste domingo (Foto: BEA/Divulgação) 

Uma das caixas-pretas do Airbus da Air France foi localizada neste domingo (Foto: BEA/Divulgação)
A quinta fase das buscas começou nesta semana com o navio LIle de Sein, que partiu de Dacar, no Senegal, na sexta-feira (22), com 68 pessoas a bordo, inclusive a tripulação. Segundo o BEA, dois grupos de trabalho foram formados. Um deles continua analisando as 15 mil fotos dos destroços tiradas por outros robôs na fase anterior das buscas, sobretudo as da parte traseira do Airbus, onde se situam as caixas-pretas do avião.
O segundo grupo estuda os procedimentos ligados à recuperação das duas caixas-pretas, dos calculadores de voo e de outras peças do avião consideradas úteis para as investigações, como os motores e as asas.
Partes da fuselagem da aeronave, juntamente com corpos de passageiros, foram encontradas no início do mês de abril.

Uma das caixas-pretas do Airbus da Air France foi localizada neste domingo (Foto: BEA/Divulgação)Investigadores observam em monitor localização da caixa-preta
(Foto: BEA/Divulgação) Corpos
O resgate dos corpos das vítimas não é prioridade para o BEA, segundo informou Maarten Van Sluys, diretor executivo da associação dos parentes das vítimas no Brasil, na última quinta-feira. Segundo ele, a informação lhe foi passada pelo órgão francês.
De acordo com Sluys, o escritório realiza reuniões diárias para planejar a fase cinco de resgate do avião, que deve começar no fim de abril. Ele informou que a prioridade seria a retirada dos destroços e da caixa preta. “Segundo eles, depois de estudos feitos por peritos, houve entendimento de que os corpos poderiam não resistir ao içamento no mar”, disse ele, completando que algum corpo pode acabar sendo içado eventualmente junto com destroços.

Em entrevista coletiva antes de embarcar no navio junto com o BEA, o coronel Lupoli informou que o governo francês irá tentar retirar os corpos. “Antes da conclusão das buscas, foram retirados do mar 50 corpos. O governo francês autorizou, nesse busca de investigação [pela caixa-preta], a tentativa de resgate dos corpos que estão no fundo do mar. [A autorização do Estado francês] É uma boa notícia, principalmente do ponto de vista humano”, afirmou o oficial da Aeronáutica.

Há temor, contudo, sobre se os corpos irão se manter íntegros durante o resgate do mar, pois estão há dois anos a cerca de 4 mil metros de profundidade.


Oferecimento:
Guia Comercial e Empresarial de Água Boa 
Clicar no Banner para saber mais
 
Faça sua adesão como  80 empresas já fizeram, com um  investimento de apenas R$240,00 anual sua empresa estará nesta página de negócios e no final das reportagens do site Água Boa News.
Entre em contato conosco e solicite um de nossos consultores.
Fones (66) 3468-1384 / (66)8124-5516 ou aguaboanews@gmail.com

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início