quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Jataí perde símbolo de humildade, morreu Epaminondas Brasileiro Machado

Nota do Kassu: Seu Nonda era amigo da nossa família foi nosso vizinho de fazenda no Córrego das Caçadas no município de Caçú-GO


No último dia 24 de setembro, faleceu, em Goiânia, aos 85 anos, vítima de complicações cardíacas, o patriarca da família Machado, Epaminondas Brasileiro Machado, pai do prefeito de Jataí, Humberto de Freitas Machado.

Epaminondas Brasileiro Machado, vida de trabalho e dedicação a família.

Seu Nondas, como era popularmente conhecido, era um símbolo da humildade, da simplicidade e da paz. Uma pessoa que não tinha inimigos, que tinha prazer em fazer as pessoas sorrirem. Um homem praticamente sem defeitos que, por amor a família, não gostava de viajar para não ficar longe dos filhos.

Epaminondas Machado nasceu no dia 13 de abril de 1918, em uma fazenda em Itarumã.

Demonstrando desde cedo ter espírito empreendedor, seu Nondas, ao alcançar a maioridade, comprou um caminhão e passou a comprar mercadorias em Uberlândia (MG) para vender em Itarumã. Na época, ele namorava a Senhora Dalva Machado, com quem se casou no dia 12/02/1955.

Em 1958, o casal decidiu se mudar para Jataí, onde Epaminondas Machado continuou trabalhando com caminhão.

Na década de 70, seu Nondas se tornou empresário ao montar uma loja de material para construção na Rua Cap. Serafim de Barros, próximo a Rua Anhanguera. Com esta loja, passou a contribuir ainda mais para o crescimento de Jataí.

Mais tarde deixou o comércio e comprou outra fazenda no município de Caçu, onde permaneceu por seis anos, de 1964 a 1970. Quando chegou a idade dos filhos estudarem voltou para Jataí, onde montou nova loja, a Casa Machado, na Rua Duque de Caxias, que funcionou até meados de 1990.

Em função dos filhos terem formado em Engenharia Civil, seu Nondas deixou o comércio de materiais para construção para montar, com seus herdeiros, uma construtora chamada Construtora NM.

Sentindo o peso da idade, seu Nondas passou a ficar a maior parte do tempo em sua fazenda no município de Jataí, às margens da BR 364, próximo ao Rio Paraíso, onde tinha seus momentos de lazer.

Apesar da idade avançada e de estar com a saúde fragilizada, Epaminondas Brasileiro Machado preservou a alegria até os últimos dias de sua vida.

Além da saudade, Sr. Epaminondas deixou sua contribuição no crescimento de Jataí através do seu trabalho e do empreendedorismo dos seus filhos: empresários, engenheiros e político. Este último, seu filho Humberto de Freitas Machado, deu muito orgulho ao pai, por ter sido eleito prefeito por quatro mandatos (Jataí).

Quero deixar claro meu sentimento de tristeza e dizer que a perda não ocorreu apenas para a família Machado, acredito que assim como foi com falecimento do meu pai, Antônio Soares Gedda (ex-prefeito e vereador por vários mandatos), Jataí perde mais uma grande parte de sua história com a partida do Sr. Epaminondas Brasileiro Machado.

Seu Nondas partiu deixando a esposa, os três filhos, onze netos, uma bisneta e milhares de amigos.

(Francisco Gedda, deputado estadual)

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início