quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Os animais mais raros do planeta

Por Minilua.com
Todo o conjunto da vida na Terra passa por fases, onde alguns animais somem para outros surgirem. Só que agora, além da influência da natureza nesse processo, existe a mão do homem, que parece ter acelerado esse processo de extinção. Por isso existem muitas espécies ameaçadas em nosso planeta atualmente, sendo algumas das principais delas:

Bamboo Lemur

haring-david-bamboo-lemur-feeding-on-bamboo
Esse simpático animal comedor de bambu corre um enorme risco de extinção. O que sobrou dessa espécie, vivendo nas florestas chuvosas de Madagascar, totaliza apenas 100 animais.

Jamaica Rock Iguana

grandcaymanblueiguana
Esse animal, de tão raro, chegou a ser considerado extinto por volta dos anos 60, mas, felizmente, alguns sobreviventes foram encontrados na década seguinte e ainda existem alguns poucos sobrevivendo no meio das pedras.

Araripe Manakin

5054856768_082503581d
Esse é um pássaro brasileiro, que vive na floresta, mas que devido aos desmatamento dela anda sumindo. A coisa é tão ruim que sabe-se da existência de apenas 779 deles por aí, um número que cai rapidamente.

Roloway Monkey

ResizeImage
Esse simpático macaco, que antes vivia em toda a Costa do Marfim e Gana, hoje mal é encontrado no primeiro país, pois não existem mais Roloways ganenses.

Cuban Greater Funnel-Eared Bat

Natalus_stramineus1
Esse bichinho feio é um dos mais ameaçados do planeta, tanto que existem apenas 100 deles por aí.

Gooty Tarantula

Gooty_Tarantula,_Metallic_Tarantula_or_Peacock_Tarantula_(Poecilotheria_metallica)
Essa aranha, com uma beleza incomum, também sofre com o problema da extinção. Seu desaparecimento ocorre pelo fato de haver muito desmatamento e até mesmo a colheita de lenha lhe prejudica, pois as pessoas que lhe encontram no meio dos feixes, acabam matando a aranha por medo, apesar dela não ser capaz de fazer grande mal.

Angel Shark

Common Angel Shark 044
Parecendo uma mistura bizarra entre tubarão e arraia, esse ser, que antes habitava os mais diversos mares, cada vez se torna mais raro, devido a pesca.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início