terça-feira, 14 de julho de 2009

PARTICULARIDADES GEOLÓGICAS, AMBIENTAIS E ESTRATÉGICAS DA SERRA DO MAR PAULISTA

UMA ESTRATÉGIA DE GOVERNO PARA A SERRA DO MAR (SP)

Por Geólogo Alvaro Rodrigues dos Santos
Edição Kassu



Fosse sua topografia um pouco mais suave e suas encostas mais estáveis, por certo a Serra do Mar, com suas maravilhosas e generosas características naturais, teria já sido, a exemplo de outras regiões que lhe são limítrofes, totalmente desmatada e desfigurada.

É uma benção termos a apenas alguns quilômetros das maiores concentrações urbanas do Sul-Sudeste brasileiro uma floresta natural, o pouco que nos resta da Mata Atlântica, que nada fica a dever à própria Floresta Amazônica em beleza natural e biodiversidade vegetal e animal, capaz ainda de cumprir importantíssimo papel de regulação climática e ambiental.

Paradoxalmente, essa benção, que tão poucos cidadãos do mundo detêm, não é suficientemente conhecida e reconhecida pela própria sociedade que direta ou indiretamente a desfruta. A Serra do Mar ainda continua a representar para a grande maioria dos cidadãos apenas um desnível a ser vencido em suas viagens de ida e volta ao litoral. Donde se compreender a desinibição e a freqüência das agressões e mutilações que esse imensurável patrimônio ambiental e cultural vem sofrendo ao longo do tempo à plena vista de toda sociedade que lhe é vizinha.

O artigo trata especialmente das ocupações urbanas que invariavelmente vem se estendendo dos municípios litorâneos em direção às encostas da Serra. Essas expansões urbanas têm generalizadamente se pautado pela completa ausência de planejamento e qualquer critério técnico mais adequado à região, pelo desrespeito à leis de proteção ambiental da região e pela total desconsideração do significado social, econômico e cultural da Serra do Mar para a sociedade paulista (situações semelhantes acontecem em todo o litoral sudeste brasileiro). Não por outro motivo, como verdadeiras e ostensivas agressões, têm composto o cenário de graves acidentes geológicos e ambientais que se multiplicam a cada ano, com enormes perdas materiais e muitas vítimas.

Dadas as particularidades geológicas, ambientais e estratégicas da Serra do Mar, essas ocupações são extremamente preocupantes e exigem que as administrações públicas envolvidas, sejam federais, estaduais ou municipais, hajam firmemente e de imediato no sentido de discipliná-las técnica e espacialmente, única forma de se evitar preventivamente acontecimentos que poderão ser catastróficos, quer quanto a prejuízos patrimoniais, econômicos e ambientais, quer quanto a perda de vidas humanas.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início