sexta-feira, 4 de setembro de 2009

Delegado Regional em Água Boa fala ao Àgua Boa News

Por Kassu - 05/09/2009 às 19h46

O Delegado Regional em Água Boa DR. João Pessoa recebeu a reportagem do portal de notícias Água Boa News na manhã desta sexta (04) para falar sobre o trabalho que vem sendo realizado pela polícia civil


O delegado disse que apesar do pequeno efetivo a policia civil de Água Boa tem sido muito eficiente. Tem um trabalho com resultados positivos, várias apreensões com relação ao tráfico de drogas combate a prostituição infantil, os crimes contra o patrimônio e principalmente os furtos que estão sempre relacionados ao tráfico. “É uma cadeia. As pessoas praticam os furtos para alimentar o vício. É para comprar drogas. Se formos analisar dentro da realidade dos crimes praticados em Água Boa o grau de soluções por parte da Polícia Judiciária Civil é muito bom.” Segundo o delegado a qualidade das pessoas que trabalham aqui e o trabalho em equipe é o principal fator dos resultados.

O Delegado que também é escritor em outra oportunidade já presenteou nossa equipe com um exemplar de seu novo livro de poemas que se intitula: Lavras do Rio Solidão que fizemos questão de ilustrar esta reportagem com a imagem do momento que fazia a dedicatória.
Para descontrair um pouco perguntamos se ele não fosse Delegado qual seria sua profissão. A resposta estava na pontada lingua: jornalista. E a maioria dos escritores são jornalistas. Aceditramos pois, esperávamos que seria dentro da área de sua formação: Advogado, Promotor, Juíz etc.

Ao longo de dez minutos fez um rico relato das atividades realizadas pela Delegacia Municipal e Regional de Água Boa é o que vamos relatar a seguir:

Água Boa News - Doutor João além do trabalho em equipe, da qualidade dos policias, tem mais algum ingrediente que ajuda para serem solucionados tantos crimes geralmente no momento em que eles são praticados?

Dr. João Pessoa - O fator mais positivo é que nós temos o respaldo da sociedade que tem confiança na policia. Nós tivéssemos uma polícia que a sociedade não confiasse, é evidente que as pessoas não denunciariam. Hoje a sociedade está colhendo frutos do trabalho da polícia é o resultado da boa relação. A rapidez que é solucionada os crimes é uma coisa a ser destacado. A polícia não escolhe pelo aspecto do tamanho do patrimônio envolvido. A polícia quer solucionar seja ele o patrimônio que for.


Água Boa News – Em uma matéria divulgada ontem sobre a apreensão de dinheiro e drogas em um Bar na Vila Nova, um leitor elogio o trabalho da polícia e ao mesmo tempo criticou dizendo que a pólicia está prendendo os pequenos. O leitor pergunta e os grandes traficantes?

Dr. João Pessoa – Na ótica da policia não temos grandes traficantes no Vale do Araguaia hoje. Não cabem dentro do Vale do Araguaia hoje grandes traficantes. Pode sim de tempos em tempos aparece um. O trabalho na região é praticamente voltado para ao tráfico doméstico de drogas. É o pequeno traficante e o usuário. O Vale do Araguaia não é interessante para grandes traficantes.

Água Boa News – Na realidade o grande está lá fora e mantendo este mercado doméstico aqui só que mais a distância...

Dr. João Pessoa – É uma ilusão pensarmos que existem grandes traficantes aqui. O que pode acontecer é de tempos em tempos a região ser utilizada para despistar. Ex: às vezes eles estão utilizando a fronteira, mais quando começa a ser muito vigiada aí eles usam, por exemplo, a região norte de MT. No passado uma das grandes apreensões de drogas de Mato Grosso foi feita em Cocalinho. Foi utilizado como base uma vez ou outra.


Água Boa News – Como no caso de Caiapônia em GO agora que o avião utilizou um local para descarregar a droga e decolou novamente. Como estava monitorado pela FAB abandonou a aeronave em uma Faz no Pantanal e dias depois foram presos...

Dr. João Pessoa – O que nós temos que analisar é isso, não vou dizer que não vai ter, vai ter sim, pode até ter, mais não é freqüente.

E os Albergados?

Dr. João Pessoa – Os albergados é uma realidade que nós temos que conviver com ela. Eu acho que o Sistema Prisional está evoluindo muito, o tratamento do reeducando tem dado oportunidade para aqueles que realmente quer recuperar. Eu vi agora recentemente está tendo até vagas em concurso público destinado a pessoas do semi-aberto, isso é muito bom. Nós não podemos dizer que o estado não está preocupando com isso. Mais infelizmente tem pessoas do sistema semi-aberto que tem vontade de delinqüir, justamente por causa da droga, do vício.


Água Boa News – Nesses que foram presos hoje – por arrombamento no Supermercado GNeves- tem albergados?

Dr. João Pessoa – A maioria deles. Eles acaba levando com eles menores de idade, mulher, essa é a realidade. O trabalho da polícia está sendo feito. O trabalho da ressocialização do reeducando está sendo feito. Mais o sistema não é perfeito. Nós não podemos dizer que a polícia é 100%. Amanhã nós poderemos ter dificuldade de solucionar alguns crimes. Não é por que estamos tendo eficiência, estamos tendo resultados de certa forma maravilhosa na solução de crimes mais pode acontecer de amanhã nós termos dificuldades e estamos sujeitos a críticas também.


Água Boa News – Com relação às delegacias regionais?

Dr. João Pessoa - O trabalho dentro da regional eu vou até apresentar depois pra você apresentar para os seus leitores a produtividade da regional de Água Boa no primeiro semestre de 2009. Quase que ultrapassou a 100% com relação a produtividade ao mesmo período do ano de 2008. Com relação à instauração e conclusão de inquéritos com relação aos trabalhos da polícia. Se você comparar o efetivo com relação a Delegados de Polícia que nós tínhamos no primeiro semestre e o que nós temos agora. Estamos quase sem efetivo se comparado ao ano passado. Nós não temos hoje um grande efetivo, mais estamos tendo é eficiência. Uma coisa importante é o trabalho com inteligência. Não devemos gastar energias com coisas desnecessárias. Hoje nós enxugamos o nosso trabalho. Temos uma equipe e os nossos investigadores, nossos escrivãs, nossos delegados hoje, trabalham no sistema da produtividade. Todos fazem tudo. Não tem um investigador que não faz um B.O, que não faz um relatório eles fazem tudo. Aqui se precisar de um investigador homem, uma investigadora mulher, todos, tem que fazer isso, tem que fazer aquilo, todos fazem. Trabalhamos também em regime de mutirão com as Delegacias menos favorecidas, nós temos um projeto que, por exemplo, aqui você pode ver é um trabalho de Ribeirão Cascalheira – mostrando várias pastas – eu trago pra cá eu faço aqui uma faxina e vou para lá e já cumpro levo investigadores. Essa funcionária que está aí é lá da delegacia de Querência, ela me trouxe os problemas aqui eu despacho levo uma equipe lá e cumpro. Assim estamos conseguindo essa adequação.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início