terça-feira, 30 de março de 2010

Pesquisa IKGM aponta pela 2ª vez Maurição o melhor prefeito de MT

Maurição (PR) é o melhor e Murilo Domingos (PR) o pior prefeito de MT

Fonte: Diário de Cuiabá

O prefeito de Água Boa, Maurício Tonhá, do PR, pelo segundo ano consecutivo é apontado como o melhor prefeito de Mato Grosso e o prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos, também do PR, aparece como o pior gestor municipal, segundo o ranking IKGM de Aprovação Popular dos Prefeitos de Mato Grosso, que ouviu quase 10 mil pessoas nos 50 maiores municípios do Estado.

Nas três primeiras posições do ranking aparecem os mesmos prefeitos da pesquisa do ano passado. Maurício Tonhá, o primeiro em 2009 e 2010 obteve o IKGM 91,50. Tonhá teve a nota média de 8,62 (32,6% dos entrevistados deram nota 10 para o seu governo) e o conceito de sua administração obteve um índice de aprovação de 96,9 (43% avaliaram sua administração como ótima, 53,9% como boa e apenas 1,6% como ruim).

O segundo colocado foi o prefeito de Sapezal, João Cesar Borges Maggi (PR), que obteve IKGM de 91,15. Os moradores de Sapezal deram nota média de 8,55 para a administração do primo do governador Blairo Maggi (36,5% deram nota 8 e 27,1% avaliaram com a nota máxima, 10). Já o conceito dado para administração obteve um índice de aprovação de 96,8 (49% avaliam como ótima, 47,9% como boa e 1% como péssima). Em 2009, João Cesar Borges Maggi foi o terceiro colocado no ranking.

O prefeito de Lucas do Rio Verde, Marino José Franz (PPS) caiu uma posição com relação ao ano passado e é o terceiro do ranking de 2010, com o IKGM de 82,15. A nota média de Marino foi de 7,91 (27,8% deram nota 8 e 16,5% avaliaram com a nota 10). Com 60,8% dos entrevistados avaliando a sua administração como boa, 29,4% de ótima e 7,2% de ruim e péssimo, o prefeito de Lucas teve como conceito um índice de aprovação de 85,2.

A lista dos dez primeiros prefeitos no ranking deste ano é completada com o prefeito de Juína, o petista Altir Peruzzo, na quarta posição com o IKGM de 76,8. Em 2009, Peruzzo foi o 18º no ranking. Em quinto aparece o prefeito de Pontes e Lacerda, Newton Miotto (PP), com o IKGM de 74,75. No ano passado ele foi o 26º. O prefeito de Diamantino, Juviano Linclon (PPS) é o sexto, com o IKGM de 72,55. Linclon subiu seis posições no ranking, era o 12o na edição passada. Na sétima posição aparece o presidente da Câmara de Santo Antônio do Leverger, Harrisson Benedito Ribeiro (PSDB), que ocupa interinamente o cargo de prefeito há mais de um ano.

O IKGM de Ribeiro é de 71,85. Em oitavo lugar aparece o prefeito de Canarana, Walter Lopes Faria (PR), com IKGM de 70,25. Em nono no ranking está o prefeito de Colíder, Celso Paulo Banazeski (PR), com IKGM de 69,50. Valdecir Luiz Colle (PR), prefeito de Juscimeira é o décimo, com 68,95 de IKGM. Pior

O pior prefeito do ranking é Murilo Domingos, de Várzea Grande, que obteve IKGM de -07,70. A nota dada para a sua administração é de 3,48 (36,5% deram a nota zero para Murilo Domingos). O índice de aprovação de sua administração é negativo: -50,2. Reflete que 48,1% dos entrevistados avaliaram como péssimo o seu governo, 26,7% como ruim e apenas 24,9% aprovam sua administração. Em 2009, Murilo Domingos foi o 48o colocado no ranking.

Na lista dos cinco últimos ainda aparecem: em 49º, Túlio Fontes (DEM), de Cáceres; em 48o, Augustinho Freitas (PR), de Pedra Preta; em 47º, José Carlos do Pátio (PMDB), prefeito de Rondonópolis; em 46º, Ronan Figueiredo Rocha (PMDB), de Poxoréo; e em 45o, Joemil de Araújo (PMDB), de Rosário Oeste.

Dentre as maiores cidades de Mato Grosso: Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Tangará da Serra, Barra do Graças e Cáceres. O prefeito melhor avaliado é o de Sinop, Juarez da Costa (PMDB), com o IKGM de 64,80. Seguido pelo prefeito de Tangará da Serra, Júlio Cesar Ladeia (PR), em 19º lugar com IKGM de 56,0. O prefeito de Barra do Garças, Wanderley Faria (PR) é o trigésimo colocado, com IKGM de 42,25.

O prefeito de Cuiabá, Wilson Santos (PSDB) é o quadragésimo do ranking, com IKGM de 27,45. A nota média do prefeito da capital foi 5,25 (21,3% deram nota 5, 14,2% nota zero e 5,2% avaliaram com 10). O conceito de sua administração obteve o índice de 2,4, com 3,4% avaliando a sua administração como ótima, 45,7% boa, 27,7% ruim e 19,1% de péssimo. No ano passado, Wilson Santos ocupava a 33a posição no ranking.

José Carlos do Pátio, de Rondonópolis é o número 47 do ranking, com IKGM de 2,60. A nota média, dada pelos entrevistados para Zé do Pátio é de 4,16. O seu índice de aprovação é negativo: -36,4, com 39,1% apontando seu governo como péssimo e 27,1% de ruim. Dos que aprovam a sua administração, 27,8% avaliaram como bom e 3,0 como ótimo.

O prefeito de Cáceres, Túlio Fontes é o penúltimo do ranking, com IKGM negativo, de – 0,65 e o último colocado é o prefeito Murilo Domingos, de Várzea Grande, a segunda maior cidade do estado. Para a elaboração do ranking de 2010 foram feitas 9.893 entrevistas nos 50 municípios, entre os dias 22 de fevereiro e 22 de março.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início