terça-feira, 30 de março de 2010

Polícia Civil esclarece duplo homicídio em Paranatinga

Assessoria/PJC-MT
A Polícia Civil de Paranatinga (373 km ao Sul) esclareceu na semana passada a autoria de um duplo homicídio ocorrido no dia 25 de dezembro de 2009. Depois de três meses de investigação a Polícia identificou Rinaldo Leocádio dos Santos, 63, como o autor dos crimes e apreendeu uma espingarda supostamente usada para matar Elivelton Pereira da Costa, 35 anos, conhecido por “Paraguaio” e João Pereira, o “Zoinho”, com cerca de 45 anos.
Os corpos das duas vítimas foram encontrados na estrada MT-130, próximo à fazenda Paraná, localizada a cerca de 250 km da sede do município, região da comunidade Santiago do Norte, antigo “Postinho”. Ao lado dos cadáveres a Polícia encontrou uma motocicleta. As vítimas não tinham documentos pessoais e informações preliminares indicavam que seriam trabalhadores da região. O laudo necroscópico feitos por médicos legistas de Primavera do Leste, apontaram que foram mortos com tiros de espingarda. Na ocasião, a Polícia não localizou armas, mas foi apreendida uma moto Honda CG Titan Fan, ano 2008, placa NJE-9959, cor preta. Segundo informações o crime ocorreu na tarde do dia 24 de dezembro passado.
O autor identificado na quinta-feira (25.03) passada, trabalha em duas fazendas, nas proximidades de onde as vítimas foram mortas. Ele relatou que as vítimas trabalhavam numa fazenda vizinha, denominada “Flor da Mata”, e constantemente vinham à sua propriedade para praticarem furtos. Quando reclamava era ameaçado por eles. No dia 24 de dezembro, por volta das 14 horas, ele roubaram uma motocicleta, que havia acabado de comprar. Viu quando eles que saíram em direção à comunidade Entre Rios, porém, segundo ele, sabia que na volta teriam que passar pela porteira da fazenda onde trabalha.
Ainda conforme revelou à Polícia, quando os dois ladrões chegaram à porteira e pararam a moto, “Paraguaio” ameaçou tirar uma faca, e “Zoinho” também insinuou tirar algo da cintura, foi quando atirou em ambos. Em seguida, deixou os dois e a moto caídos à beira da estrada. De acordo com o suspeito, chegou a pediu para um amigo da fazenda vizinha avisar o patrão e a polícia. Ao ser procurado pelos policiais, e ver que eles já tinham todas as informações, resolveu confessar o crime e ainda entregou a espingarda que, segundo ele, foi usada no crime. Duas testemunhas confirmaram parte da versão do suspeito.
O delegado Antonio Belarmino informou que o suspeito do duplo homicídio foi indiciado pelo crime, mas aguarda em liberdade, em razão de ainda não haver prisão decretada.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início