quarta-feira, 31 de março de 2010

Sarney é cobrado a devolver R$ 1,4 milhão

Por redação Água Boa News

O Ministério Público Federal (MPF) pediu à Justiça Federal em Brasília que condene o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), a devolver aos cofres públicos os valores que ganhou acima do teto constitucional nos últimos cinco anos.

Pela Constituição Federal, o teto salarial do funcionalismo público é a remuneração dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), atualmente em R$ 26,7 mil.

Na ação, o MPF afirma que Sarney recebe duas aposentadorias do Estado do Maranhão, como ex-governador e ex-servidor do Tribunal de Justiça, além do salário de senador.

O procurador da República Francisco Guilherme Bastos quer que a Justiça determine que a União e o Estado apresentem em juízo informações detalhadas sobre os subsídios recebidos por Sarney nos últimos cinco anos. O MPF estima em R$ 1,4 milhão os valores a serem ressarcidos.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início