sábado, 24 de abril de 2010

Ásia foi castigada por quatro grandes secas em um milênio


Um estudo baseado nos anéis de crescimento das árvores, publicado esta quinta-feira, permite detectar pelo menos quatro secas devastadoras na Ásia em um milênio.

Os dados, coletados ao longo 15 anos, devem ajudar a entender o impacto das mudanças climáticas em curso sobre os ventos de monções asiáticos.

Eles trazem as chuvas sazonais que fazem crescer os cultivos, que alimentam quase a metade da população do planeta e qualquer perturbação pode ter consequências socioeconômicas consideráveis, revela a pesquisa, chefiada por Edward Cook, do Earth Institute, da Universidade de Columbia (Nova York, leste dos EUA).

Uma destas grandes secas pode ter causado o fim da dinastia Ming, na China, em 1644, e outra teria causado a fome que matou 10 milhões de pessoas neste país, no fim da década de 1870, analisam os pesquisadores, cujos trabalhos são publicados na edição desta sexta-feira da revista científica americana Science.

Com base em amostras de anéis de crescimento de milhares de velhas árvores de diferentes pontos da Ásia, os cientistas elaboraram um verdadeiro atlas das secas nos últimos mil anos, medindo sua importância relativa durante um longo período e em um vasto espaço geográfico.

Estes modelos permitiriam compreender melhor as variações dos ventos de monções na Ásia e sua influência sobre a agricultura, afirmam os autores do trabalho.
Fonte: YAHOO NOTÍCIAS

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início