terça-feira, 13 de abril de 2010

Greve no Ibama Mato Grosso não pára operação soja pirata

Fonte: Só Notícias/Julio Tabile

O superintendente do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (IBAMA) no Estado, Ramiro Martins, disse hoje que os atendimentos no órgão serão prejudicados devido a greve em Cuiabá, Sinop, Barra do Garças, Juína, Alta Floresta e demais localidades. Ele revelou que a equipe da operação Soja Pirata, no Vale do Araguaia, continua trabalhando, sem detalhar o que foi apurado até agora e se houve denteções ou multas. "Isso ficou acertado numa negociaçao madura com o movimento grevista. Ontem, teve mais uma rodada de negociação no Ministério do Planejamento e esperamos que os pontos divergentes, sejam superados e a greve possa ser suspensa o mais rápido possivel", declarou, em entrevista a Tv Centro América.

Os 176 servidores do Ibama paralisaram as atividade desde ontem no estado. A greve é nacional e por tempo indeterminado. Conforme Só Notícais já informou, em Sinop, onde funciona uma das das 11 unidades, 20 servidores decidiram aderir ao movimento. No município, estão instaladas dezenas de indústrias madeireiras. Amanhã, haverá atendimento das 8h às 12h para dar andamento aos processos judiciais. As fiscalizações e o atendimento ao público ficam suspensas. As ligações telefônicas também não serão atendidas.

A categoria reivindica reestruturação da carreira de especialista em Meio Ambiente (incluindo o PECMA) em conformidade com o aviso ministerial nº 238/09 enviado, de 2009, transposição dos agentes administrativos para o plano especial de cargos do ministério e do Ibama e são contrário aos projeto 549/09, que congela salários dos servidores públicos por 10 anos.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início