sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Agrofloresta para Agricultura Familiar

A agricultura familiar no Brasil exerce um importante papel como principal fonte deabastecimento de alimentos do mercado interno. Apesar de representar uma significativaparcela na produção nacional, os agricultores familiares ainda carecem de sistemas deprodução apropriados à sua capacidade de investimento, ao tamanho de suas propriedadesrurais e ao tipo de mão-de-obra empregada. 
 
A técnica denominada agrofloresta ou sistema agroflorestal (SAF) é interessante para aagricultura familiar por reunir vantagens econômicas e ambientais. A utilização sustentáveldos recursos naturais aliada à uma menor dependência de insumos externos quecaracterizam este sistema de produção, resultam em maior segurança alimentar e economia,tanto para os agricultores, como para os consumidores. 
 
Nos sistemas agroflorestais de alta diversidade convivem na mesma área plantas frutíferas,madeireiras, graníferas, ornamentais, medicinais e forrageiras. Cada cultura é implantada noespaçamento adequado ao seu desenvolvimento e as suas necessidades de luz, defertilidade e porte (altura e tipo de copa) são cuidadosamente combinadas. 
 
O sistema é planejado para permitir colheitas desde o primeiro ano de implantação, de formaque o agricultor obtenha rendimentos provenientes de culturas anuais, hortaliças e frutíferasde ciclo curto, enquanto aguarda a maturação das espécies florestais e das frutíferas de ciclomais longo. Assim, o maior número de produtos disponíveis para a comercialização emdiferentes épocas do ano e ao longo do tempo, incrementa a renda e aproveita melhor amão-de-obra familiar. 
 
A reciclagem mais eficiente dos nutrientes é uma característica marcante deste sistema deprodução. A biomassa depositada no solo pela queda de folhas, pela poda de ramos e porresíduos das culturas anuais melhora a oferta de nutrientes aos cultivos e favorece a atuaçãode microorganismos benéficos do solo.
 
 Espécies forrageiras perenes permitem a criação de animais, ao mesmo tempo que protegemo solo das chuvas torrenciais, da insolação direta e dos ventos secos, típicos das regiõestropicais. A melhor adaptação da agrofloresta ao clima tropical, comparada a outros sistemasde produção de alimentos, deve ser considerada na tomada de decisão pela sua adoção. 
 
Em suma, a diversificação de produtos, a maior segurança alimentar, a sustentabilidadeambiental, o incremento na fertilidade do solo e a redução gradativa nos custos de produçãofazem da agrofloresta uma excelente opção para a agricultura familiar no Brasil.
 
Desenho da Agrofloresta
A reunião de diferentes culturas em um mesmo sistema de produção exige um planejamentoda distribuição espacial das plantas e da sua evolução no tempo. 
 
O planejamento de sistemas biodiversos (com muitas espécies) leva em conta asnecessidades de luz, o porte, a forma do sistema radicular de cada espécie e seucomportamento no tipo de clima e de solo local. Além disso, é considerado o efeito de cadaespécie no crescimento e produção das demais espécies do sistema ao longo do tempo edentro do espaço disponível. Á este processo denomina-se desenho de um sistemaagroflorestal. 
 
Assim, no desenho da agrofloresta pensamos no espaço horizontal (distância entre duasplantas medida pelo chão) e também no espaço vertical , porque nestes sistemas planta

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início