terça-feira, 16 de junho de 2015

Astronauta posta foto de ‘lugar mais azul do mundo’; saiba onde fica

Americano Scott Kelly, em sua segunda missão na Estação Espacial Internacional, selecionou as fotos de lugares 'mais azuis' que fotografou para sua conta no Twitter.

Da BBC
 Foto do lago Cuo Womo, tirada a 400 quilômetros de altura (Foto: Nasa) Foto do lago Cuo Womo, tirada a 400 quilômetros de altura (Foto: Nasa)
  
"Esse lago no nordeste do Himalaia parece o lugar mais azul do mundo visto da Estação Espacial Internacional", escreveu o astronauta americano Scott Kelly em sua conta no Twitter.
E a foto que acompanha o comentário mostra uma massa de água em forma de coração de um azul tão brilhante que parece modificado pelo Photoshop ou outro programa de edição de imagens. É uma foto do lago Cuo Womo, também chamado de Co Ogma ou simplesmente lago Womo, e o astronauta não mexeu nem um pouco nela – o lugar é simplesmente assim.
 Astronauta americano se propôs a encontrar 'lugar mais azul do planeta'  (Foto: Nasa) Astronauta americano se propôs a encontrar 'lugar mais azul do planeta' (Foto: Nasa)
O lago, com o comprimento máximo de sete quilômetros e uma área de 22 quilômetros quadrados se encontra a 4.970 metros de altitude em Rikaze, uma região praticamente despovoada no Tibete.
A água dele vem do escoamento da água da chuva que escorre das montanhas ao redor.
Não chove muito naquela área (300 litros por metro quadrado), mas a temperatura fria, com uma média anual de 2 °C, ajuda na conservação da água.
E a forma como ele absorve radiações do sol é o que dá a esse lago sua cor particular.
 Costa de Fortaleza vista do espaço  (Foto: Nasa) Costa de Fortaleza vista do espaço (Foto: Nasa)
O astronauta da Nasa Scott Kelly, também engenheiro e capitão aposentado da Marinha dos Estados Unidos, é um veterano de missões espaciais.
Esse é seu terceiro 'passeio' para além da estratosfera. Em março deste ano, chegou à Estação Espacial Internacional (EEI), mas não era a primeira vez que entrava no centro de pesquisa a 400 km da Terra, que percorre a órbita terrestre a 28 mil km/h.
Já entre 26 de novembro de 2010 e 16 de março de 2011, ele havia comandado uma missão na estação, com participação da Nasa, da Agência Espacial Europeia (ESA na sigla inglesa) e das agências espaciais da Rússia, Canadá e Japão.
Dessa vez, ele se propôs a encontrar o lugar mais azul do planeta e compartilhá-lo nas redes sociais.
Revisando as imagens que colocou em sua conta do Twitter (@StationCDRKelly), não foi só em Cuo Womo que encontrou um azul tão intenso.
 Ilhas que Scott Kelly fotografou, mas não descreveu a localização  (Foto: Nasa) Ilhas que Scott Kelly fotografou, mas não descreveu a localização (Foto: Nasa)
Pela hashtag #YearInSpace, Scott Kelly compartilhou imagens de vários pontos da Terra vistos do espaço que também têm a cor azul bastante intensa, como o lago no Tibete.
Como por exemplo uma ilha que ele não identificou, sobre a qual disse: "É o azul do nosso mármore azul."
A costa de Fortaleza também aparece com azul marcante vista do espaço. Assim como o Mar da China Meridional, onde estão construindo ilhas artificiais, ou as águas que rodeiam Honolulu, no Havaí.
Mas ainda que tenha se proposto a encontrar o lugar mais azul do planeta, Scott Kelly não se limitou a essa cor.
Ele compartilha frequentemente imagens com um verde intenso, como o dos campos do sudeste asiático, um tom que, segundo ele, aparece timidamente, mas cada vez com mais frequência nos desertos.
Outra cor retratada por ele é o vermelho forte da terra, como o que predomina na África, continente "bonito e diverso", como descreveu o astronauta.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início