terça-feira, 9 de junho de 2009

MT: produtores de girassol estão otimistas com safra

Lucro com o girassol
Globo Rural




Produtores de girassol de Campo Novo do Parecis, no sudoeste de Mato Grosso, estão otimistas com a safra. As lavouras estão bonitas e, para aumentar a lucratividade, eles começam a investir no beneficiamento da semente.

O amarelo cobre as lavouras em Campo Novo do Parecis, maior produtor de girassol de Mato Grosso. A cultura surgiu na região na década de 90 como opção para a segunda safra, no intervalo da soja. Hoje, ela ocupa uma área de 36 mil hectares. O produtor rural Sérgio Stefanello foi o pioneiro.

“Você planta a soja em setembro e outubro, planta o girassol em fevereiro e colhe em junho e julho. Assim, você passa a ter duas rendas anuais em sequência. O girassol aproveita os benefícios que a soja deixa no campo”, disse Stefanello.

O girassol é uma planta de origem europeia, que se adaptou muito bem ao cerrado. “Nós conseguimos colocar em uma janela de replantio mais tardia. Se nós plantássemos, por exemplo, milho mais tarde os riscos de frustração de safra seriam maiores. Então, o girassol se encaixa bem porque comparativamente a outras culturas tolera mais a falta de chuva durante seu ciclo. Então, nisso se encaixa bem como alternativa para a safrinha”, explicou o agrônomo André Andrade.

Na previsão da Conab a cultura de girassol deve registrar um crescimento de 5% nesta safra. A estimativa é que o Brasil colha 157 mil toneladas de semente. Mato Grosso lidera o ranking com 53,2% da produção.

Longe dos grandes centros consumidores o transporte das sementes de girassol comprometia a lucratividade das lavouras da região. Era preciso agregar valor ao produto. Então, os agricultores se uniram e montaram uma beneficiadora. A indústria tem capacidade para beneficiar 200 toneladas de semente por dia com a produção de 70 mil litros de óleo e 120 toneladas de farelo.

“A expectativa é crescimento. Hoje, começamos com a ideia de 200 toneladas por dia. A expectativa próxima é transformar isso numa indústria de mil toneladas por dia”, falou o agricultor Vitório Herklotz.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início