terça-feira, 14 de julho de 2009

Riva, Antero e Abicalil estão empatados para o Senado


Três nomes aparecem empatados junto ao eleitorado de Várzea Grande nesta fase de pré-campanha ao Senado, sendo eles do presidente da Assembleia, deputado José Riva (PP), do ex-senador Antero Paes de Barros (PSDB) e do deputado federal Carlos Abicalil (PT). Riva impõe uma ligeira vantagem. Aparece com 17,8% das intenções de voto, revela o instituto Mark, em trabalho de campo realizado no último dia 8. Encostado em Riva está Antero, com 15,8%, conforme opinião dos eleitores do segundo maior município do Estado. Abicalil aparece com 13,8%.

Os pesquisadores ouviram 351 pessoas de 42 bairros. A margem de erro é de 5% para mais ou para menos. O nome do deputado federal Wellington Fagundes, indicado pelo PR para a corrida ao Senado, detém 5,7%, mesmo percentual atribuído ao secretário de Governo de Cuiabá, o ex-vice-governador Osvaldo Sobrinho (PTB). Na condição de lanterna surgem o procurador da República Pedro Taques (sem partido) e o já senador Gilberto Goellner (DEM). Taques é preferido por 5,3%, enquanto apenas 1% declarou que votaria pela reeleição do democrata. Nada menos que 28,9% se mostram indecisos quanto à escolha de pré-candidaturas para o Senado. Outros 5,8% adiantam que votariam em branco ou nulo.

Numa simulação com a senadora Serys Marli como pré-candidata do PT, ao invés de Carlos Abicalil, José Riva acaba por perder espaço para o tucano Antero, que lidera com 19,8% da preferência em Várzea Grandee. O presidente da AL figura em segundo, mas tecnicamente empatado com 17,5%. Em terceiro lugar figura o nome de Serys com 7,8%, seguida de Sobrinho com 5,1% e, na lanterna, Goellner, com 0,9%. Neste cenário, o índice de indecisos salta para 36,2%.

Nas eleições de outubro de 2010, os eleitores vão eleger dois novos senadores por Mato Grosso. Vencem os mandatos de Serys, eleita em 2002, e de Goellner, que tomou posse em fevereiro do ano passado devido ao falecimento do senador Jonas Pinheiro, reeleito em 2002. Já o mandato de Jayme prossegue até 2012. (Andréa Haddad / RDNews)

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início