quinta-feira, 22 de julho de 2010

Engenheiro condenado pelos crimes de estupro e assassinato é preso em Minas Gerais

Por Clenia Goretth /MPE
Quinta, 22 de julho de 2010, 09h05


O Ministério Público Estadual, por meio de Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), prendeu na manhã desta quinta-feira (22/07), em Juiz de Fora, Minas Gerais, o engenheiro civil Eraldo da Costa Carvalho, condenado a 36 anos de prisão pelo estupro e assassinato da menina Elizângela Maria Geraldino, 11 anos. O crime ocorreu no ano de 1990, no bairro Santa Cruz, em Cuiabá.

De acordo com informações do Gaeco, há aproximadamente um mês, o Ministério Público recebeu informações da 1ª Vara Criminal de Cuiabá, por meio da juíza de Direito Mônica Catarina Perri Siqueira, sobre o possível paradeiro do réu e, desde então, vem desenvolvendo um trabalho de inteligência. Inicialmente, os indícios eram de que ele estaria em Mato Grosso do Sul. Agentes do Gaeco foram ao referido Estado e descobriram novas pistas que indicavam que o réu estava em Juiz de Fora.

Com o apoio do Gaeco de Minas Gerais, o Ministério Público Estadual passou a monitorar o réu que foi preso na manhã desta quinta-feira, nas proximidades de sua residência. Segundo os policiais que efetuaram a abordagem, Eraldo não reagiu à prisão e, neste momento, está sendo realizado procedimento padrão na polícia de MG para que ele seja transferido para Mato Grosso. A previsão é de que ele chegue ao Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande, hoje à noite.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início