quinta-feira, 22 de julho de 2010

IFMT Campus Cáceres qualifica monitores de telecentros comunitários de mais de 30 municípios

Da assessoria com redação

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, IFMT, Campus Cáceres, desenvolve cursos de treinamento para monitores de telecentros comunitários de trinta e três municípios matogrossenses. Na última semana, a terceira etapa do curso, ministrado pelo servidor do Campus, Wellington Fabrício Martins, reuniu monitores e multiplicadores dos municípios de Cáceres, Novo Mundo, Nova Ubiratã, Cocalinho, Paranaita, Porto Estrela e Denise. Em pontos distantes da grande extensão geográfica do Estado de Mato Grosso esses municípios acolhem povos de realidades culturais distintas e situações diferentes de acesso ao universo da rede mundial de computadores.

Em Cocalinho, município situado no Médio Araguaia, nordeste de Mato Grosso com população de 6.103 habitantes, a internet ainda é uma ferramenta restrita. “Poucas residências têm acesso a internet. O telecentro vai atender toda a comunidade. O pessoal está com muita expectativa, conta Gisele Scopel de Moraes monitora do telecentro comunitário no município. Após o treinamento, Gisele retorna à comunidade entusiasmada. “ Hoje o telecentro funciona apenas para cursos de informática básica, agora além da abertura de acesso a internet a toda população, aos alunos da rede pública de ensino, nós temos projetos de inclusão digital para terceira idade e para beneficiários de programas sociais do governo federal no município”, afirma.

A população de Nova Ubiratã, do Alto de Teles Pires, no norte matogrossense, também será contemplada com início das atividades do telecentro comunitário. A pedagoga Marissol Salvadori Steinmetz responsável pelo espaço planeja o trabalho de promoção de acesso gratuito a internet e o desenvolvimento de projetos interdisciplinares. “A partir do diagnóstico com a comunidade nos vamos identificar as áreas em que podemos utilizar essa ferramenta. Existe demandas de trabalharmos inicialmente, além de cursos online de formação em diversas áreas, projetos de educação ambiental”, explica Marissol.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início