quinta-feira, 22 de julho de 2010

Mulher foi presa acusada de crime eleitoral

Peixoto On-Line Adriana Carla Honorato, 23.

Por EDINEY MENEZES / Peixoto Online

Adriana Carla Honorato, 23, foi presa ontem (21/07), por volta das 17h15, no município de Peixoto de Azevedo/MT e é acusada de crime eleitoral.

A suspeita estava utilizando de forma indevida o nome do governador Silval Barbosa e do ex. governador Blairo Maggi, onde Adriana contratava pessoas para trabalhar como cabo eleitoral para os políticos já citadas.

Trezentos e vinte e uma (321) pessoas já tinham sido cadastradas pela acusada. A prisão aconteceu quando Adriana realizava uma reunião com os supostos cabos eleitorais. Vereadores da bancada política do governador acionaram a Polícia Militar que flagrou a suspeita atuando no bairro Santa Isabel, no município Peixotense.

Os militares encontraram uma lista contendo nomes e numeração de documentos pessoas das vítimas do golpe. Com a suspeita Adriana Carla Honorato, os militares apreenderam um veículo Gol de Cor Vermelha, placa JYI 7559 de Rondonópolis/MT.

Ainda foram detidas as seguintes envolvidas:
Ceicilene Pereira Cristina, 23.
Francisca de Barbosa Silva, 46.
Maura de Lima Silva, 26.
Reily Souza Alves ,26.

Todas as envolvidas foram conduzidas até a delegacia de Polícia Civil, para prestarem esclarecimentos à autoridade policial.

Seja o primeiro a comentar

Copyright© 2008-2015 | AGUA BOA NEWS COMUNICAÇÃO LTDA Todos os direitos reservados | By: MICHEL FRANCK

Início